Uma quase balada

Uma Delicada Forma de Calor
Lobão

Eu me lembro de você ter falado alguma coisa sobre mim
E logo hoje, tudo isso vem à tona e me parece cair como uma luva
Agora, num dia em que eu choro, eu tô chovendo muito mais do que lá fora
Lá fora é só água caindo, enquanto aqui dentro, cai a chuva

E quanto ao que você me disse eu me lembro sorrindo vendo você tão séria
Tentar me enquadrar, se sou isso ou se sou aquilo
E acabar indignada, me achando totalmente impossível
E talvez seja apenas isso: chovendo por dentro, impossível por fora

Eu me lembro de você descontrolada tentando se explicar
Como é que a gente pode ser tanta coisa indefinível, tanta coisa diferente
Sem saber que a beleza de tudo é a certeza de nada
E que o talvez torne a vida um pouco mais atraente

E talvez, a chuva, o cinza, o medo, a vida, sejam como eu
Ou talvez , porque você esteja, de repente, assistindo muita televisão
E como um deus que não se vence nunca o seu olhar não consegue perceber
Como uma chuva, uma tristeza, podem ser uma beleza
E o frio, uma delicada forma de calor
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s