O clube

Um novo encontro do Clube da Leitura da Baratos da Ribeiro – o sebo-livraria mais descolado de Copacabana (quiça do Rio) – acontece nessa terça-feira, 20 de abril, às 20h. Os encontros são quinzenais e esse cai justamente na véspera do feriado de Tiradentes. Então, se você não for para a casa de Araras, apareça.

A brincadeira (séria) do povo já rendeu a publicação ao lado e, corre à boca pequena, que o Vol. 2 vem por aí. Quem quiser uma avaliação isenta dos seus textos, os encontros do Clube da Leitura são uma boa oportunidade.

O ‘modo de usar’ do Clube explica que “não se trata de uma oficina literária, já que não há um coordenador ou professor e nem um método de aprimoramento de técnicas narrativas com o objetivo de formar escritores. Aliás, a produção de contos originais nunca foi a razão de ser do evento”.

Para participar, os escribas precisam fazer um texto de até 3.500 caracteres, sem assinatura (impresso em fonte arial, tamanho 12) e deixá-lo no balcão com o Ronaldo da Conceição, um dos organizadores ao lado de Maurício Gouveia.

“O encontro é aberto a todos os interessados na prosa de ficção”, eles insistem. Se quiser bancar o voyeur, também pode. A música e as bebidinhas que sempre rolam ajudam na informalidade dos encontros – banindo o ar pseudo-intelectual que a literatura possa sugerir. O sebo Baratos da Ribeiro fica na Rua Barata Ribeiro 354, Copacabana.

Mais informações sobre o Clube da Leitura no ‘Manual de bordo’.

Anúncios

Só vinil

Quem curte música e quer fazer girar de novo a vitrola já tem um bom programa para domingo. Não sabe o que é vitrola? Quantos anos você tem? Não, nem precisa responder… Apareça no Cinematheque Jam Club, em Botafogo, das 12h às 21h. Mas é só domingo, dia 11 de abril.

Lá você vai encontrar reunidos produtores que, nos últimos anos, ajudaram a revigorar a industria do vinil – long-play, LP ou discos, enfim. Estarão à disposição do público o catálogo da Groovie Records (Autoramas e MQN – e reedições de álbuns que custavam pequenas fortunas no E-Bay – como The Bubbles, Los Blue Caps) e Deck Disk (Fernanda Takai, Nação Zumbi, Cachorro Grande e Pitty). A primeira feira de vinil do Rio tem organização do sebo Baratos da Ribeiro.

Os colecionadores, que também estarão expondo, vão se revezar nas pickups. A proposta é celebrar os “bons sons que rodam em 33 e 45 rotações”. Mal comparando, estes seriam antepassados distantes dos mp3 e wav da vida.

Entre DJs profissionais e os de ocasião, estão nomes como Túlio Brasil (blog La Cumbuca), Marcelo Maldonado (colecionador e expositor), Maurício Valladares (Ronca Ronca), MBGroove (Vinil É Arte), Nunes (Soul à Moda Antiga), Joel Stones (Tropicália In Furs) e DJ Babão (o currículo é grande, inclui o Redbull Academy).

O Cinemathéque Jam Club fica logo ali, na Rua Voluntários da Pátria, nº 53 – pertinho da estação Botafogo do Metrô. Vai lá.